Hino da Fenaju é entregue à presidente

O desembargador Vicente Malheiros, decano do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, compôs o hino da Federação Nacional das Juntas Comerciais (Fenaju), letra e música. A criação da obra atendeu a pedido da presidente da entidade, Cilene Sabino, conforme o ofício nº 001/2019 – Fenaju, datado de 25 de março de 2019.

Compositor de mais de uma centena de hinos, inclusive para instituições jurídicas, o desembargador conta que, no dia 20 de março, após ser eleita para a presidência da Federação das Juntas Comerciais, Cilene, que também está à frente da Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa), o procurou para consultar sobre a possibilidade de compor o hino e ele respondeu afirmativamente. Em 48 horas, em 22 de março de 2019, o “HINO DA FENAJU” estava pronto (letra e música), com arranjos para canto e piano; e canto, orquestra, percussão e piano.

“A letra e a música do “HINO DA FENAJU”, como de diversas outras obras musicais que compus, nasceram ao mesmo tempo. No texto poético, procurei sintetizar o papel e as atribuições da Federação. A estrutura do Hino adota o estilo tradicional desse gênero musical, com melodia acessível, fácil de aprender e cantante”, explica.

O Hino será tocado durante a cerimônia de posse dos novos diretores da Federação das Juntas Comerciais, marcada para às 20h, do dia 16 de maio, no Pavilhão Boulevard das Feiras, na Estação das Docas, em Belém.

 

Compositor

Vicente Malheiros já tinha feito o Hino da Jucepa, em 2016, também a pedido da presidente Cilene Sabino. As partituras musicais foram entregues à presidente da Fenaju, no gabinete do desembargador, no último da 02 de maio de 2019.

Entre as centenas de hinos que Vicente Malheiros criou, alguns são oficializados, como o “Hino da Justiça do Trabalho” (1998), tornado oficial, em âmbito nacional, pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). O catálogo da obra musical do desembargador registra mais de 1.000 peças, em diversos gêneros (canto, coral, piano solo e a 4 mãos, sacras, violão, banda, conjuntos camerísticos para formações instrumentais e/ou vocais e peças orquestrais), hinos; a série Valsas Santarenas (117), canções sobre poemas de Fernando Pessoa; ciclo de canções dedicadas a cantoras líricas; e ciclo de canções sobre o boto amazônico.

Conheça o hino da Fenaju:

 

HINO DA FENAJU

(Federação Nacional das Juntas Comerciais)

Letra e música: Vicente José Malheiros da Fonseca

(Belém-PA, 22 de março de 2019)

I

A FENAJU é o nosso espaço,

Fé no progresso do Brasil;

Pois no ambiente de negócios

Moderniza o registro mercantil.

Refrão

Federação Nacional

Das Juntas Comerciais

Eis o teu hino em homenagem

Que nos enche de orgulho

Na mensagem da voz;

Vamos cantar sempre unidos

A mensagem do amor:

FENAJU somos nós.

II

Nesta assembleia harmoniosa

Nascem as ideias, qual farol,

Normas e princípios que iluminam,

Simplificam, FENAJU és nosso sol.

Refrão

Federação Nacional

Das Juntas Comerciais

Eis o teu hino em homenagem

Que nos enche de orgulho

Na mensagem da voz;

Vamos cantar sempre unidos

A mensagem do amor:

FENAJU somos nós.

 

Canto, Orquestra, Percussão e Piano.

Orquestra: Flautim, Clarinete, Sax-Alto, Sax-Tenor, 2 Trompetes, 3 Trompas, Eufônio, Trombone e Tuba. Percussão: Pratos, Caixa e Bombo.

Ouça a música (execução simulada por computador):

https://soundcloud.com/vicente-malheiros-da-fonseca/hino-da-fenaju-vicente-malheiros-da-fonseca-orquestra