Encontro busca aperfeiçoar registro empresarial no Brasil

Presidentes, vice-presidentes, gestores de tecnologia da informação, secretários e procuradores dos órgãos de registro empresarial estão reunidos de hoje (16), até sábado (18), em Belém, para debater assuntos relevantes ao setor, com o objetivo de aperfeiçoar e avançar os serviços prestados, fundamentais para o desenvolvimento do País. O encontro faz parte da Reunião dos Dirigentes das Juntas Comerciais do Brasil (Redijuc) e inclui uma série de atividades que visam estabelecer planos e metas de trabalho. “Nós estamos nos conhecendo e conversando uns com os outros. É um grande avanço para desburocratização e estamos indo nesse sentido, conhecendo outros produtos. Agora, a apresentação do ITI Brasil (Instituto de Tecnologia da Informação), foi extremamente enriquecedor, o debate tem sido produtivo ao extremo, com conhecimento, troca de experiência, conteúdo, para o desenvolvimento do estado do Pará e do Brasil como um todo”, declarou a presidente da Fenaju e da Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa), Cilene Sabino.

Os participantes foram separados em três salas de discussões específicas de cada grupo. Uma delas, que reuniu presidentes e vice-presidentes dos órgãos de registro de empresa, está tratando de vários assuntos pertinentes a esses dirigentes. “É um encontro positivo, haja vista que as juntas comerciais necessitam dessas reuniões mensais de seus presidentes, para que se possa trocar experiências, visando o melhoramento na unificação dos atos, nacionalmente, e que a gente possa trabalhar também a questão da Federação”, declarou a vice-presidente geral da Fenaju, Maria Alzenir Porto, que também é presidente da Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi).

Ela comentou, ainda, sobre a nova direção da Federação, que está tomando posse nesta quinta (16) e terá à frente Cilene Sabino. “De maneira brilhante, a nossa presidente, que é daqui do Estado do Pará, assume a presidência da Fenaju, o que muito nos orgulha, pela capacidade de agregar, pela capacidade de comandar essa instituição”, enfatizou.

Dentro da programação da Redijuc, também estão se reunindo gestores de Tecnologia da Informação e da Redesim – espaço virtual que integra as juntas comerciais aos demais órgãos de registro e legalização de empresas. “É muito importante porque a gente troca experiência, discute os procedimentos que cada junta faz e com isso a gente aperfeiçoa o registro do nosso modelo de negócio, assim como nosso fluxo. Então, especialmente nesse momento, em que anda ocorrendo muitas mudanças no governo federal, andam implementando novas medidas, novos procedimentos para o registro, a nossa discussão e nosso compartilhamento de experiência é importante”, declarou o gestor de Tecnologia da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), Silvio Miranda.

O encontro conta, ainda, com uma terceira sala de reunião, onde secretários e procuradores, tratam sobre padronização de entendimentos, para aplicação uniforme e integrada, nas juntas, das diversas mudanças; propostas sobre forma de registro, cumprimento de ordens judiciais, sentença arbitral, entre outros assunto pertinentes ao grupo.